Última hora

Última hora

Doença de ex-primeiro-ministro foi provocada

Em leitura:

Doença de ex-primeiro-ministro foi provocada

Tamanho do texto Aa Aa

Envenenamento deliberado. Esta é a convicção dos médicos que tratam o ex-primeiro-ministro russo Yegor Gaidar, afirma um dos colaboradores do político retirado. Contudo, não há nenhuma declaração oficial da unidade hospitalar de Moscovo onde está internado.

O pai das reformas económicas na Rússia adoeceu repentinamente na sexta-feira passada quando se encontrava em Dublin, na Irlanda, para uma conferência. A vida de Gaidar esteve em risco mas já recuperou. De acordo com o porta-voz do académico, “os médicos não identificaram até ao momento nenhuma causa natural para a súbita doença”.

Yegor Gaidar está retirado da política activa e concentra as suas forças na investigação no Instituto para a Transicção Económica. Da sua cátedra critica as actuais políticas económicas do país mas não é tido como um elemento destacado da oposição. O presidente Vladimir Putin telefonou mesmo a Yegor Gaidar na quarta-feira, anunciou hoje um porta-voz do Kremlin.