Última hora

Última hora

Estado de calamidade decretado nas Filipinas

Em leitura:

Estado de calamidade decretado nas Filipinas

Tamanho do texto Aa Aa

Três dias após a passagem do tufão Durian, o estado de calamidade foi decretado nas Filipinas. De acordo com os dados da Cruz Vermelha, mais de 400 pessoas morreram vítimas de torrentes de lama. O número de desaparecidos é também superior a 4 centenas. O balanço é ainda provisório. A Cruz Vermelha acredita que o número de vítimas mortais pode ascender a um milhar.

A tragédia teve lugar na região de Albay, a 350 quilómetros a Sudeste de Manila, em redor do vulcão Mayón, na quinta-feira.
A avalanche de lama foi provocada pelos fortes ventos e pela água das chuvas que se misturou com as cinzas do vulcão.
A presidente filipina, Glória Arroyo anunciou o envio de ajuda de emergência o valor de cerca de 15 milhões de euros.