Última hora

Em leitura:

Ex-ditador sobrevive a cirúrgia cardiaca


mundo

Ex-ditador sobrevive a cirúrgia cardiaca

Pinochet melhorou ligeiramente mas continua em risco de vida depois de ter sido alvo de uma angioplastia para restabelecer um fluxo sanguínio normal. Dezenas de opositores permanecem mobilizados em frente ao hospital militar. Um chileno clama que Pinochet “continua o mesmo assassino, o mesmo ladrão e o mesmo algoz” que torturou tanta gente. A polícia deteve alguns opositores mais exaltados mas não há notícia de confrontos com os muitos apoiantes do ex-ditador que também se concentraram junto ao hospital.

Quanto ao estado de saúde de Augusto Pinochet, um dos médicos do nonagenário diz que “o general se mantém acordado, consciente e capaz de comunicar,” e explica, que “por exemplo, falou ao arcebispo de Santiago que o foi visitar.” A actual situação levanta bastantes questões no Chile. Pinochet é acusado de vários crimes e encontrava-se em prisão domiciliária quando sofreu um enfarte do miocárdio no domingo.

Um advogado e activista dos direitos humanos recorda que “Pinochet não é uma vítima, antes um criminoso que cometeu os piores crimes” na história do Chile. O actual estado de saúde do antigo ditador levanta outro debate no país: o que fazer quando morrer? Muitos chilenos estimam que Pinochet merece um funeral nacional, mas para todos os que sofreram na pele uma ditatura sanguinária essa hipótese é simplesmente impensável.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Pinochet está melhor