Última hora

Em leitura:

Investigação do caso Litvinenko leva Scotland Yard a Moscovo


mundo

Investigação do caso Litvinenko leva Scotland Yard a Moscovo

Chegaram a Moscovo os investigadores britânicos da Scotland Yard. O objectivo da visita da polícia britânica é interrogar algumas pessoas que estiveram em contacto com o ex-espião russo, Alexander Litvinenko, antes de morrer. Os inspectores estiveram também nos Estados Unidos no âmbito do mesmo inquérito.

Entretanto, o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, alertou para os perigos de uma campanha sobre as implicações da Rússia na morte de Litvinenko. Segundo Lavrov certas alegações sobre esta matéria são “inaceitáveis” porque poderão “dificultar as relações entre a Rússia e o Reino Unido”.

Após adoecer, o antigo agente secreto acusou o presidente Vladimir Putin de envolvimento na sua morte, algo que o Kremlin sempre negou. Também o ministro britânico do Interior se pronunciou sobre o caso. Pediu para deixar a polícia fazer o seu trabalho e só tirar conclusões a partir das provas.

Enquanto a diplomacia europeia deixava os respectivos alertas, a polícia britânica prosseguia com a investigação para detectar vestígios de Polónio em Londres. Após a substância ter sido encontrada em, pelo menos, 12 locais da capital e em aviões da British Airways, as autoridades investigam agora algumas sedes empresariais.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Polícia britânica investiga em Moscovo morte de Litvinenko