Última hora

Última hora

Comissão do Senado aceita nomeação de Gates para secretário da Defesa

Em leitura:

Comissão do Senado aceita nomeação de Gates para secretário da Defesa

Tamanho do texto Aa Aa

Robert Gates viu a sua nomeação para secretário da Defesa ser aprovada, esta terça-feira, por unanimidade pelo Comité das Forças Armadas do Senado norte-americano ao mesmo tempo que admite que Washington não está a ganhar a guerra no Iraque. Durante as cinco horas de questões, na sua grande maioria sobre a guerra no Iraque, Gates fez mesmo questão de afirmar estar aberto a novas ideias para reconduzir o conflito.

O futuro secretário da Defesa disse ter “a impressão de que não há novas ideias sobre o Iraque “e que todas as opções estão sobre a mesa, “quer seja ao nível táctico, quer seja ao nível estratégico”. A posição de Gates é confirmada pelo relatório do grupo de estudos sobre o Iraque que vai ser publicado esta quarta-feira.

Maufac al-Rubaie, conselheiro de Segurança Nacional, refere que nada do que está escrito no relatório o surpreende porque “não há nada que já não tenha sido dito”, no entanto, as autoridades iraquianas “estão abertas a todo o tipo de sugestões que possam ajudar a melhorar a segurança e a democracia” no país.

O relatório do grupo de estudos sobre o Iraque, de que Gates fez parte, defende uma retirada da maioria das tropas norte-americanas até ao início de 2008 e uma diplomacia bastante mais activa no Médio Oriente, nomeadamente contactos directos com o Irão e a Síria.