Última hora

Última hora

Guerra no Iraque: Relatório recomenda aos EUA conversações com Irão e Síria

Em leitura:

Guerra no Iraque: Relatório recomenda aos EUA conversações com Irão e Síria

Tamanho do texto Aa Aa

São nove meses de investigações entregues, hoje, ao presidente norte-americano num relatório que poderá ajudar a resolver a actual guerra civil no Iraque. O relatório Bakker-Hamilton revela as conclusões de um grupo de trabalho que incluiu cinco congressistas democratas e cinco republicanos.

Ao todo o documento faz 79 recomendações para resolver a crise no país e para tal os responsáveis do relatório dizem que é preciso mudar a perspectiva como se encara o conflito. Lee Hamilton resume as três principais recomendações: “Primeiro: Mudar a principal missão das forças norte-americanas no Iraque. Isto vai permitir aos Estados Unidos começar a retirar os soldados do território. Segundo: Uma acção imediata do governo iraquiano para alcançar consensos importantes particularmente na reconciliação nacional. E terceiro, um novo e renovado esforço diplomático e politíco no Iraque e em toda a região.”

O co-responsável pelo relatório e ex-secretário de Estado de George Bush pai, James Baker, diz ainda que é preciso constituir um grupo internacional. “Esse grupo de apoio deve incluir o Iraque, como é óbvio, mas também os vizinhos do Iraque, incluindo o Irão e a Síria”. Desde o começo da guerra, em Março de 2003, quase 3 mil militares norte-americanos morreram no país. Um conflito que já custou aos cofres do executivo de George W. Bush entre 300 a 350 mil milhões de dólares.