Última hora

Última hora

Referendo marca independência unilateral de Nagorno-Karabakh.

Em leitura:

Referendo marca independência unilateral de Nagorno-Karabakh.

Tamanho do texto Aa Aa

Quinze anos depois da proclamação da independência, a luta pelo reconhecimento internacional continua no enclave de Nagorno-Karabakh. Os 140 mil arménios residentes no território situado no Azerbaijão organizam um referendo constitucional. A consulta popular é condenada por Bakou. O voto é semelhante aos ocorridos em outras ex-republicas soviéticas. Tal como a Ossétia do Sul e a Transnistria, Nagorno-Karabah é independente de facto do país a que pertence segundo o direito internacional. Quem controla o território é afinal a Arménia.

A guerra pela independência decorreu entre 1988 e 1994 e fez mais de 25.000 mortos. Mas o conflito está longe de se encontrar resolvido.