Última hora

Última hora

O presidente da Autoridade Palestinana mandou reforçar o dispositivo de segurança na cidade de Gaza.

Em leitura:

O presidente da Autoridade Palestinana mandou reforçar o dispositivo de segurança na cidade de Gaza.

Tamanho do texto Aa Aa

A ordem surgiu 24 horas depois do assassinato de três crianças, um crime que chocou todos os sectores da sociedade palestiniana. As principais ruas estão a ser patrulhadas por forças militares. Também as zonas escolares são objecto de vigilência especial. Os protestos sucedem-se e, com eles, um crescendo da tensão política e social. A Fatah e o Hamas trocam acusações. O grupo de Abbas recorda que nunca as crianças foram alvo de atentados e pede explicações ao Governo do Hamas.

Os três jovens eram filhos Baha Baloucha, responsável pela informação no Gabinete de Mahmoud Abbas. O próprio Hamas já se manifestou contra este crime. O seu porta voz, Fawzi Barhoum, recorda que o partido já condenou o crime que considerou anti-humano. E para reforço desta posição, o Hamas manifestou-se, na ruas de Gaza.