Última hora

Última hora

Polícia procura homicida de prostitutas

Em leitura:

Polícia procura homicida de prostitutas

Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido continua em estado de choque, depois do assassínio em série de cinco prostitutas, na região da costa leste de Ipswich. A polícia procura agora outras eventuais vítimas e, sobretudo, indícios que conduzam ao autor destes homicídios.

Apela, ainda, a todos os que tenham informações úteis e pede às prostitutas que se abstenham de frequentar ruas e outros locais menos seguros, para que esta lista de vítimas não cresça mais. Anteriormente, a polícia já tinha feito este apelo, mas as prostitutas não o respeitaram, como reconheceu Paula Clennel, numa entrevista para a televisão feita, obviamente, antes do seu desaparecimento. – Eu vou voltar para as ruas outra vez, porque nós precisamos de dinheiro, disse – Mas é perigoso entrar em carros de desconhecidos…, disse o repórter – Pois é….o assassino pode ser qualquer um, concluíu.

E não se enganou. Dependente de heroína, mãe de três crianças, Paula Clennel, de 24 anos, desapareceu pouco tempo depois desta entrevista. Só voltou a ser vista, depois de morta. O assunto já subiu à Câmara dos Comuns, onde o Primeiro Ministro manifestou os votos de que a poícia consiga rapidamente pôr fim a este ambiente de terror. Os corpos das três primeiras vítimas apareceram desnudados. Isto pode significar que se está perante um único homicida e que os crimes terão tido contornos semelhantes