Última hora

Última hora

Verdes contestam alcance da directiva sobre substâncias químicas

Em leitura:

Verdes contestam alcance da directiva sobre substâncias químicas

Tamanho do texto Aa Aa

A nova directiva comunitária REACH contou com o apoio da larga maioria do Parlamento. Guido Sacconi, o eurodeputado encarregue de redigir o texto explica as vantagens: “Quando estiver completamente em vigor, todos os consumidores poderão ter uma certeza: todos os produtos de consumo, da camisa à caneta, tudo o que usamos, estará subordinado a um processo que torna esse produto seguro.”

Mas a nova legislação não satisfez a bancada parlamentar dos Verdes, que lamentam que os produtos reconhecidamente perigosos possam continuar a ser usados até à sua substituição. “Para nós é inaceitável, porque acreditamos que podíamos ter ido mais longe no sentido de obter um verdadeiro REACH que sirva os nossos concidadãos e que sirva para transformar a indústria química poluente e tóxica numa indústria química verde”, considera a eurodeputada dos Verdes, Marie Anne Isler Beguin. A directiva prevê que ao longo dos próximos 11 anos, todas as substâncias químicas fabricadas ou importadas em quantidades superiores a uma tonelada por ano sejam registadas numa base de dados central.