Última hora

Em leitura:

Bruxelas avisa futuros candidatos à UE


mundo

Bruxelas avisa futuros candidatos à UE

O último encontro dos chefes de Estado e de Governo europeus sob presidência finlandesa serviu para a UE endurecer o tom em relação ao alargamento e deixar avisos aos futuros candidatos. O Presidente da Comissão Europeia Durão Barroso foi claro ao afirmar: “não podemos baixar os nossos padrões. Se queremos ser sérios em relação ao alargamento temos que dizer aos países candidatos que todos os critérios têm de ser respeitados. Esta é a maneira de mostrarmos a nossa seriedade em relação a tê-los connosco no futuro”.

Para além do alargamanto, os líderes europeus discutiram ainda uma estratégia comum para a emigração. Espera-se que desta cimeira saiam medidas concretas como por exemplo a criação de uma força de vigilância das fronteiras a Sul da UE. Os líderes europeus esperam ainda avançar com medidas para travar o afluxo de imigrantes que assola sobretudos países como a Espanha, Itália e Malta.

Ao que tudo indica, depois do congelamento dos processos turco e croata, e das condições impostas à Sérvia, a Roménia e a Bulgária poderão ter apanhado mesmo os últimos lugares no comboio europeu. Pelo menos enquanto se mantiver o impasse em relação ao tratado constitucional. A cimeira europeia prossegue esta sexta-feira, para já sem grandes prespectivas quanto a novidades. Segue-se na ordem de trabalhos para o segundo dia a energia e a inovação.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

UE acolhe Roménia e Bulgária