Última hora

Última hora

Blair interrogado pela Scotland Yard como testemunha

Em leitura:

Blair interrogado pela Scotland Yard como testemunha

Tamanho do texto Aa Aa

Será a primeira vez em mais de 70 anos que um primeiro-ministro britânico é interrogado pela polícia no âmbito de uma investigação criminal. Foi inquirido como testemunha no alegado caso de avultados empréstimos a troco de nomeações para a câmara alta do parlamento, a câmara dos lordes. Em Downing Street, Blair terá sido questionado com base em alegados apontamentos de conversas entre o responsável pela angariação de fundos do Partido Trabalhista e um doador. As investigações policiais começaram após uma queixa apresentada pelo Partido Nacional Escocês.

Alex Salmond, o líder dessa formação política, referiu que “os conselheiros em Downing Street devem estar dizer que é uma coisa sem importância mas”, disse Salmond, “as pessoas devem reflectir e perceber que isto é uma coisa sem precedentes. O primeiro-ministro foi inquirido no âmbito de uma investigação criminal numa situação em que quem tem poder para elevar a Lord ou a cavaleiro é o próprio primeiro-ministro”. Responsáveis próximos de Blair negam as acusações, alegando que as nomeações para a câmara dos Lordes são decididas pelos partidos e que o facto de se ser um financiador não é um entrave à nomeação. Desde o início das investigações, 90 pessoas foram já inquiridas, entre elas alguns ministros.