Última hora

Última hora

Final da cimeira de chefes de Estado e de Governo da UE em Bruxelas.

Em leitura:

Final da cimeira de chefes de Estado e de Governo da UE em Bruxelas.

Tamanho do texto Aa Aa

A ideia chave deste último encontro que marca o fim da presidência finlandesa do Bloco já tinha sido abordada na quinta-feira. Confirmam-se as dúvidas levantadas por alguns estados membros aquando do último grande alargamento de 15 para 25 estados membros. No entanto, Durão barroso diz que o bloco permance aberto: “Esta cimeira manda uma mensagem que diz que a nossa casa continua aberta. Nós encorajámos as aspirações dos estados dos balcãs e dixámos claramente a porta aberta para a Turquia”

Para além do alargamento, questão intimamente ligada com os progressos em relação ao tratado constitucional chumbado pela Holanda e pela França, pouco mais revelou do que intenções. Esperanças renovadas nas áreas da imigração, cujos desenvolvimentos talvez possam começar a ter formas mais definidas em Lisboa durante a Cimeira UE-África em 2007. E ainda o desejo de uma cooperação cada vez maior no âmbito da inovação ou das políticas energéticas comuns.