Última hora

Última hora

Passageiros da Air Madrid desesperados

Em leitura:

Passageiros da Air Madrid desesperados

Tamanho do texto Aa Aa

Tensão e desespero entre as dezenas de milhares de passageiros afectados pela suspensão dos voos da companhia espanhola de baixo custo Air Madrid. Uma centena de colombianos tentou bloquear a área de embarque do aeroporto de Barajas, mas após vários dias de espera, ficaram a saber que o seu país afretou um avião para os transportar.

Manifestação também num aeroporto do Equador. Passageiros tentam recuperar malas.

Na sexta-feira, a Air Madrid suspendeu sem aviso as actividades afectando passageiros em Espanha, América Latina e países de Leste. O governo espanhol retirou então a licença, como tinha ameaçado fazer face aos problemas da Air Madrid com a manutenção dos aparelhos e atrasos repetitivos.

Mesmo os 1200 funcionários da empresa foram despedidos, como conta uma passageira que foi à sede da Air Madrid e não encontrou ninguém.

Terão sido afectadas cerca de 120 mil pessoas.

O governo implementou um plano de emergência que já permitiu transportar quatro mil, mas tudo termina amanhã. O executivo vai pedir indemnizações pelos gastos e ajudar os passageiros a obter o reembolso dos bilhetes.

Há dias que os passageiros se encontram nos aeroportos em busca de uma solução e sem terem a certeza de passar o Natal com as famílias, que muitos não vêem há anos.

Os funcionários da Air Madrid esperam uma resposta do governo ao seu plano de retoma da companhia.