Última hora

Última hora

Hungria anuncia abertura parcial do mercado de trabalho

Em leitura:

Hungria anuncia abertura parcial do mercado de trabalho

Tamanho do texto Aa Aa

A dias da adesão da Roménia e da Bulgária à União Europeia, a Hungria anuncia que vai abrir parcialmente o seu mercado de trabalho aos cidadãos dos dois países. O acesso será feito por etapas e por sectores. A abertura do mercado de trabalho é assunto que divide os vários Estados-membros. Apenas os cinco países a verde abriram completamente o mercado, Os restantes impuseram condições. As mais restritivas chegam dos países a vermelho.

Roménia e Bulgária aderem a 1 de Janeiro sob vigilância tendo em conta que não respeitam todas as regras impostas pelo clube europeu, por exemplo, em termos de combate à corrupção. Na Bulgária o salário mínimo ronda os setenta e cinco euros. O ministro búlgaro dos assuntos europeus estima que trinta e seis mil pessoas desejam ir trabalhar para o Reino Unido.

Maria Yourukova é uma delas. Enfermeira num hospital de Sofia ouviu falar da escassez de profissionais no Reino Unido e candidatou-se a um emprego. (Sofia beneficia da instalação de empresas estrangeiras mas os trabalhadores qualificados, esses tentam partir). Para analistas búlgaros, o problema não é o impacto da mão-de-obra dos novos membros no mercado europeu mas a chegada de trabalhadores estrangeiros ao país tendo em conta a elevada taxa de desemprego.