Última hora

Última hora

Rebeldes perdem terreno na Somália

Em leitura:

Rebeldes perdem terreno na Somália

Tamanho do texto Aa Aa

O exército somali começa a ganhar terreno aos rebeldes dos Tribunais Islâmicos. Ao fim de seis dias de combate, o avanço das forças lealistas deve-se ao apoio do exército etíope no conflito interno da Somália. Aliás a força aérea etíope bombardeou dois aeroportos do país, entre eles o de Mogadíscio, a capital, bastião das milícias islamitas que lutam contra o governo de transição. Os rebeldes dos Tribunais Islâmicos retiraram-se já das localidades de Dinsoor e de Burhakaba, pequena vila portuária do sul do país.

O governo transitório, liderado por Ali Mohammed Ghedi, cuja sede está instalada em Baidoa desde o início do conflito, já afirmou que os soldados etíopes dirigem-se para Mogadíscio e espera tomar o controlo da capital nas próximas 48 horas. Entretanto, a União Africana convocou uma reunião de urgência para esta quarta-feira com a Liga Árabe e com os países do leste africano que integram a Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento. De acordo com o Comité Internacional da Cruz Vermelha, os recentes combates na Somália já fizeram mais de 800 feridos e milhares de deslocados. Grande parte dos somalis que tentam fugir à escalada da violência refugiaram-se no Quénia.