Última hora

Última hora

Forças leais ao governo somali cada vez mais próximas da capital

Em leitura:

Forças leais ao governo somali cada vez mais próximas da capital

Tamanho do texto Aa Aa

As forças etíopes aproximam-se da capital somali a um ritmo inesperadamente rápido. Na quarta-feira uma força conjunta de tropas etíopes e de soldados leais ao governo da Somália controlaram Jowhar, a cidade mais importante antes de chegar à capital Mogadíscio, e dirigiram-se a Balad, a 30 quilómetros do objectivo.

Alguns residentes receberam as tropas com aplausos, mostrando o seu apoio. O governador da região gritou em nome da população um agradecimento aos militares etíopes que pretendem a rendição dos radicais islâmicos. As milícias não aceitam o governo de transição apoiado pelas Nações Unidas e exercem cada vez maior influência no país. A comunidade internacional receia que a Somália se torne num paraíso para elementos da rede terrorista Al-Quaeda, mas os islâmicos negam qualquer ligação à organização.

Tudo aponta para um rápido desfecho. Mogadíscio, sob controlo dos radicais islâmicos há alguns meses, está na mira das tropas governamentais. No entanto, os militares dizem que não querem violência na capital de dois milhões de habitantes, pretendem apenas a rendição das milícias islâmicas. A União Africana apelou hoje ao fim das hostilidades e ao diálogo. O responsável da organização, Alpha Oumar Konare, acrescentou que é “urgente a retirada das tropas e de todos os elementos estrangeiros presentes na Somália”.