Última hora

Última hora

Islamistas resistem a ofensiva governamental no sul da Somália

Em leitura:

Islamistas resistem a ofensiva governamental no sul da Somália

Tamanho do texto Aa Aa

As forças governamentais controlam desde ontem a totalidade da capital da Somália, Mogadishiu, onde a situação era calma mas ainda tensa esta manhã. Ao final de dez dias de combates contra as milícias do Conselho dos tribunais islâmicos, o exército estabeleceu uma base na antiga embaixada norte-americana na cidade, de onde prepara a deslocação à capital do primeiro-ministro Ali Mohamed Gedi.

No sul do país, Kismayo, o último bastião dos islamistas, o comandante das milícias afirma que não se rende e está pronto a levar a cabo uma luta de guerrilha. A cidade foi sobrevoada esta manhã pela força aérea etíope, aliada nesta ofensiva relâmpago.

O parlamento somali deverá aprovar nos próximos dias a imposição da lei marcial no país, tendo autorizado entretanto a retoma das operações humanitárias da ONU no país. Ontem as forças islamistas cederam à pressão militar abandonando Mogadishiu. Washington, aliada das forças governamentais, apelou à retoma das negociações com os rebeldes para pôr fim a 15 anos de instabilidade no país.