Última hora

Em leitura:

Xiitas celebram nas ruas a morte de Saddam Hussein


mundo

Xiitas celebram nas ruas a morte de Saddam Hussein

As ruas das cidades e bairros xiitas do Iraque encheram-se de populares que manifestaram a sua alegria pela execução da setença de morte aplicada ao ditador que dirigiu o país durante um quarto de século.

Em Nadjaf, a festa santa xiita foi antecipada um dia com a notícia da morte de Saddam. Os xiitas iraquianos sentem que este “é o dia da vingança por todos os mártires, todas as vítimas que terminaram na vala comum”. “A execução de Saddam Hussein é uma alegria para o povo iraquianos que foi oprimido durante 25 anos. Graças a deus, livramo-nos dele”, afirmava outro popular. O mesmo sentimento de alegria foi sentido mais a Sul, em Bassóra, bem como no extremo norte do país, na região de maioria curda.

Apesar do ditador não ter sido julgado pelo genocídio curdo, o curdistão iraquiano está satisfeito. O presidente desta região autónoma espera no entanto que “a execução não sirva de desculpa” para passar uma esponja pelo genocídio de 180 mil curdos.

mundo

Presidente bielorrusso rejeita chantagem russa sobre o gás