Última hora

Última hora

Eslovénia entrou na moeda única europeia

Em leitura:

Eslovénia entrou na moeda única europeia

Tamanho do texto Aa Aa

A Eslovénia tornou-se esta segunda-feira o 13º Estado-membro a fazer parte da União Económica e Monetária. Cinco anos após a introdução física do Euro, a antiga república jugoslava aderiu à moeda única. Uma medida que agrada aos eslovenos. “O Euro na Eslovénia é óptimo porque é muito bom ter uma moeda comum, uma moeda forte. Acabo de pagar o meu primeiro café. Foi em Tólares, mas recebi o troco em Euros e gosto disso.”

Aluna exemplar no que diz respeito aos critérios convergência, a Eslovénia foi felicitada pelo Comissário dos Assuntos Económicos e Monetários Joaquin Almunia graças à eficácia com que o Euro foi introduzido. Apesar de recente no país, a moeda única não assusta, como explica uma empregada de mesa: “Tenho usado a Eurocalculadora, por isso, não tive problemas até agora.”

Até 15 de Janeiro, Euros e Tólares vão coexistir, mas nessa data termina o curso legal da antiga moeda eslovena. Uma reformada diz: “Estes são os meus primeiros Euros, mas sei que daqui em diante vou passar a só ter desta moeda.” À meia-noite em ponto, algumas caixas multibanco já permitiam levantar Euros na capital Ljubljana. Quatro horas depois, quase três quartos das caixas já distribuíam a moeda única europeia.

O ministro das Finanças Andrej Bajuk deu o exemplo e foi dos primeiros a retirar a nova divisa na Eslovénia. Após 15 anos, o Tólar sai de circulação, substituído por uma moeda, na qual os eslovenos e grande parte da Europa depositam esperanças, apesar dos receios de aumento dos preços trazidos pelo Euro.