Última hora

Última hora

Iraquianos homenageiam Saddam em todo o país

Em leitura:

Iraquianos homenageiam Saddam em todo o país

Tamanho do texto Aa Aa

Dias depois da execução do antigo presidente iraquiano Saddam Hussein, os funerais simbólicos repetem-se em diferentes cidades do país. Em Samarra, multidões homenageiam aquele que consideram um herói e um mártir do Iraque. Este tipo de manifestações não se regista apenas entre a comunidade sunita, estendendo-se também a algumas zonas de maioria xiita. O sargento-enfermeiro na reserva Robert Ellis, que assistiu Saddam Hussein entre Janeiro e Agosto de 2004, revelou agora alguns aspectos ocultos da personalidade do ex-presidente.

“Reagia bem a tudo isto, nunca se queixava. E se fazia alguma queixa era legítima. Por pior que fosse a situação, nunca se queixava. Passava a maior parte do tempo a ler e a escrever e podia sair diariamente durante 45 minutos. Havia um pátio nas traseiras onde podia andar, um pequeno recreio, onda havia também um jardim que regava. Só tinha ervas, mas ele regava-o na mesma”, afirmou o antigo enfermeiro do ex-presidente.

As homenagens a Saddam Hussein prosseguem, ao mesmo tempo que se lançam acusações contra a invasão norte-americana do Iraque. sta reacção crítica, que desafia o recolher obrigatório, deixa entender que a insurgência não deverá dar tréguas ao governo iraquiano, nem às forças estrangeiras presentes no país.