Última hora

Última hora

Tendas em acção de solidariedade pelos sem-abrigo

Em leitura:

Tendas em acção de solidariedade pelos sem-abrigo

Tamanho do texto Aa Aa

Diversas associações francesas de defesa dos sem-abrigo têm nos últimos dias lançado o debate sobre o problema da habitação precária. Com a instalação de duzentas tendas no Canal Saint-Martin em Paris, a organização Filhos de Dom Quixote alertou para uma questão muitas vezes escamoteada pelos políticos e pela comunicação social. A iniciativa, começada na capital em meados de Dezembro, alastrou nos últimos dias a outras cidades, como Nice, Lyon e Toulouse, onde os sem-abrigo foram trazidos para o olhar da opinião pública. Actualmente, um milhão de franceses vivem em alojamentos precários. Destes, cem mil estão na rua.

Sensível à questão, o presidente Jacques Chirac mencionou, na tradicional mensagem de Ano Novo, a necessidade de acabar com o alojamento precário. “Temos diante de nós importantes reformas para pôr em prática um verdadeiro direito à habitação, consagrado na lei, isto é, fazer do direito à habitação uma realidade e peço ao governo para avançar neste ponto nas próximas semanas”, afirmou o presidente Jacques Chirac.

A mobilização em Paris passou também pela requisição simbólica de um prédio desabitado, onde foram instaladas oitenta pessoas. As três associações envolvidas criaram também um Ministério da Crise da Habitação, onde vão oferecer apoio jurídico e materializar, através de várias iniciativas, as exigências aos governantes, que passam por exemplo pela requisição dos prédios desocupados. Porém, acima de tudo, estas associações querem que a questão seja debatida na campanha para as presidenciais desta Primavera.