Última hora

Última hora

Indignação no mundo arábe após a morte de Saddam Hussein

Em leitura:

Indignação no mundo arábe após a morte de Saddam Hussein

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pessoas manifestaram-se esta terça-feira no Iemen contra a execução do ex-presidente iraquiano. Empunhando bandeiras do Iraque, a multidão gritava palavras de ordem contra os Estados Unidos. Mais tarde, os manifestantes reuniram-se para rezar pelo ex-ditador. Saddam foi enforcado na madrugada de sábado em Bagade e enterrado no domingo na sua aldeia natal, Aouja, perto de Tikrit.

“Saddam é um combatente e um mártir. Ele não morreu está nos nossos corações” era uma das frases que se ouvia entre as pessoas. Entretanto, as autoridades iraquianas ordenaram a abertura de um inquérito para apurar a autoria do vídeo pirata que mostra a execução de Saddam.

Na gravação, de 2,38 minutos ouve-se gritar “Moqtada al-sadr”, o nome de um líder radical xiita, um dos maiores inimigos de Saddam. É também visivel o momento do enforcamento. O vídeo foi posto a circular no Domingo na Internet e suscitou indignação quer entre a comunidade sunita iraquiana quer entre vários governos arábes e europeus.