Última hora

Última hora

OCDE pede medidas rígidas na Eurozona

Em leitura:

OCDE pede medidas rígidas na Eurozona

Tamanho do texto Aa Aa

O combate ao défice deve ser uma prioridade para os países da Zona Euro. Essa é uma das conclusões do novo relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

A organização liderada por Jean-Philippe Cotis pede também reformas económicas. Diz que, por enquanto, só a Alemanha está a dar provas de combater eficazmente o défice.

Quanto aos níveis de crescimento da economia, a OCDE frisa que são bons, mas continuam modestos. Para este ano, prevê-se uma desaceleração em relação a 2006.

No relatório, a OCDE confirma as previsões feitas em Novembro, de um crescimento de 2,2% em 2007, depois de e 2,6% no ano passado.

O abrandamento estende-se às duas maiores economias do mundo, os Estados Unidos e o Japão.

A OCDE agrupa os 30 países mais industrializados do Mundo.

Reduzir a rigidez do mercado de trabalho, isto é, poder contratar e despedir mais facilmente, é outra das medidas que, segundo a OCDE, devem ajudar o grupo dos agora 13 utilizadores da moeda única a conseguir um nível de crescimento mais elevado.