Última hora

Última hora

Novo bispo de Varsóvia embaraça Igreja ao admitir ter colaborado com o regime comunista polaco

Em leitura:

Novo bispo de Varsóvia embaraça Igreja ao admitir ter colaborado com o regime comunista polaco

Tamanho do texto Aa Aa

O arcebispo designado de Varsóvia admitiu esta sexta-feira ter colaborado com a polícia política durante o regime comunista na Polónia. Monsenhor Stanislaw Wielgus reconheceu ter prejudicado a Igreja não só com esta ligação aos serviços secretos, mas também por ter desmentido qualquer implicação.

O escândalo estalou na imprensa polaca que revelou a cooperação voluntária do novo metropolita de Varsóvia com a Segurança de Estado durante mais de duas décadas.

Nomeado no dia 6 de Dezembro, o arcebispo designado de Varsóvia deverá assumir funções na eucaristia do próximo domingo, à qual deverão assistir os mais altos responsáveis políticos da Polónia. Stanislaw Wielgus deixou o seu destino nas mãos do Papa, que reiterou a confiança do Vaticano no prelado, tal como tinha feito no passado dia 21 de Dezembro. No entanto, a pressão para que Monsenhor Wielgus se demita é enorme num Estado profundamente católico como a Polónia.