Última hora

Última hora

Alarme nos hospitais italianos

Em leitura:

Alarme nos hospitais italianos

Tamanho do texto Aa Aa

Os hospitais italianos estão a ser alvo de um inquérito sanitário depois de uma reportagem choque sobre a higiéne num hospital de Roma. Confrontado com o problema foi o próprio governo que ordenou a investigação depois de constatar os elevados casos de infecções entre os pacientes.

O professor Ignácio Marino presidente da Comissão para a Saúde defende a revisão da dimensão dos hospitais afirmando que “devem ter menos camas e melhor meios técnicos para se poder desenvolver o aspecto humano”. Os media italianos publicaram hoje os números que alarmam o pais: cerca de 700 mil doentes desenvolvem infecções durante o periodo de internamento sendo a causa directa da morte de cerca de sete mil pessoas anualmente. Um jornalista passou um mês num hospital, disfarçado de homem da limpeza, e registou inúmeras situações de grave falta de higiéne quer de limpeza das instalações quer de negligência por parte do pessoal hospitalar.