Última hora

Última hora

Confrontos no País Basco

Em leitura:

Confrontos no País Basco

Tamanho do texto Aa Aa

San Sebastian, no País de Basco, foi esta noite palco de uma mega manifestação que terminou em confrontos com as forças da ordem. Convocada oficialmente pelo Movimento pró-amnistia, a iniciativa tinha sido proibida por um juiz de Madrid. Mesmo assim perto de quatro mil pessoas tentaram concentrar-se no estádio de Anoeta mas foram impedidas pela polícia que conseguiu dispersar a multidão.

Não há registo de feridos, no entanto, três pessoas foram detidas. Uma semana depois do primeiro atentado da ETA em nove meses que rompe abruptamente a trégua negociada com o governo de Zapatero, a Espanha volta ao ciclo do terror.
Ontem, o Rei Juan Carlos apelou à união do país no combate ao terrorismo numa altura em que o primeiro-ministro, José Luis Rodruiguez Zapatero reconhece a morte do processo de paz com a ETA. Depois do atentado de Barajas, que matou duas pessoas, a polícia descobriu perto de 200 quilos de explosivos em diferentes locais do país Basco.

O atentado de Barajas e as suas consequências políticas para Zapatero serão apuradas dentro de duas semanas no Parlamento de Madrid onde o primeiro-ministro deverá enfrentar os deputados. Em Espanha 80% dos espanhóis querem um pacto anti terrorista entre o PP e os PSOE segunda uma sondagem recente.