Última hora

Última hora

Portagem na fronteira romena origina protestos

Em leitura:

Portagem na fronteira romena origina protestos

Tamanho do texto Aa Aa

Os ânimos exaltaram-se este sábado em Giurgiu, no sul da Roménia, quando vários camiões resolveram bloquear a fronteira com a Bulgária. Tudo porque, mesmo com a entrada do país na União Europeia há uma semana, o presidente da câmara de Giurgiu resolveu manter a portagem da fronteira num valor impensável – 60 euros. Ou seja, os veículos pesados que transportavam mercadorias de todo o tipo para a Bulgária, e vice-versa, eram até agora obrigados a pagar os 60 euros por cada vez que passassem a fronteira.

O presidente da câmara mostrou-se relutante em mudar de posição, diz que o alto preço da portagem tem objectivos ambientais. Populares, camionistas e patrões consideram que a taxa é ilegal, que o valor é demasiado alto, principalmente, agora que o país aderiu ao espaço europeu.

A própria comissária europeia búlgara para a Protecção dos Consumidores ameaçou recorrer à justiça. O presidente da Câmara, perante tanta oposição, não teve outro remédio senão suspender a portagem e autorizar todos os veículos a passar, de forma gratuita.