Última hora

Última hora

Laurent da Bélgica ouvido em tribunal

Em leitura:

Laurent da Bélgica ouvido em tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

O príncipe Laurent da Bélgica foi hoje chamado a testemunhar no processo da fraude da marinha belga nos anos noventa. Conhecido como o príncipe mal amado, Laurent é acusado por alguns dos réus de ter beneficiado de mais de cento e setenta e cinco mil euros, dos mais de dois milhões de euros desviados.

Ontem, ao ser ouvido pela polícia, o príncipe revelou que sabia que o dinheiro vinha da Marinha mas que, na época, não tinha nenhuma razão para duvidar da origem legal dos fundos. Avançou ainda que não havia motivos para duvidar do seu conselheiro, Noel Vaessen, que figura agora no banco dos réus.

Os cento e setenta e cinco mil euros terão sido utilizados para efectuar obras na sua casa de Tervuren, próximo de Bruxelas, e para financiar uma fundação de protecção de animais à qual preside. O envolvimento de um membro da família real num processo jurídico vem relançar a discussão sobre o futuro da monarquia belga, principal elemento unificador do país, servindo de argumento às vozes separatistas.