Última hora

Última hora

Bush muda discurso sobre o Iraque

Em leitura:

Bush muda discurso sobre o Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

A administração norte americana lançou, esta quinta-feira, uma campanha de promoção do novo plano do presidente George Bush para o Iraque, que visa o envio de mais 20 mil militares para aquele país.

Numa cerimónia na Casa Branca, Bush atribuiu a mais alta condecoração militar, a Medalha de Honra, aos pais do soldado Jason Dunham, morto em combate.

O discurso do presidente também mudou: “As nossas tropas no Iraque lutaram com bravura e fizeram tudo o que lhes pedimos. Foram cometidos erros e essa responsabilidade é minha,” afirmou Bush.

As sondagens e manifestações, de momento, não deixam dúvidas de que o povo norte-americano já não apoia o presidente.

Para o presidente do Comité de Relações Internacionais do Senado, o Democrata Joseph Biden, este momento é crucial.

“ Um fracasso no Iraque não se fica apenas pelo Iraque, também afectará a capacidade de defendermos os nossos interesses no mundo. Algo que temo a longo prazo”, disse Biden.

Por seu lado, a secretária de Estado Condoleezza Rice, defendeu a postura do governo dos Estados Unidos que procura usar todos os meios para atingir a paz mas deixa a ideia que as autoridades iraquianos têm um papel importante a desenvolver.

Condoleezza afirmou que a responsabilidade sobre que tipo de Iraque prevalecerá está com os iraquianos. “Eles são os únicos a poder decidir se o Iraque será para todos os iraquianos”, afirmou.

Depois das conclusões do relatório Baker, que recomendavam a saída progressiva dos militares norte-americanos do território, George Bush decidiu implementar uma nova estratégia, enviar 21.500 homens e nomear um coordenador para a reconstrução do Iraque.

Desde o início da guerra já morreram mais de 3000 soldados.