Última hora

Última hora

Chefe do governo espanhol pede unidade e jura firmeza contra a ETA

Em leitura:

Chefe do governo espanhol pede unidade e jura firmeza contra a ETA

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do governo espanhol, José Luis Zapatero, anunciou hoje em pleno congresso que vai convocar uma reunião da Comissão do Pacto para as Liberdades e contra o Terrorismo, subscrito pelo Partido Popular, para avaliar a situação da luta antiterrorista e debater os objectivos do grande consenso contra a ETA.

No seu discurso parlamentar, Zapatero assumiu o erro que o levou, no passado dia 29 de Dezembro, a dizer que estavam melhor que há cinco anos atrás e que, daqui a um ano, ainda estariam melhor. Mesmo que isso não seja uma ocorrência habitual entre os políticos, disse, admitiu perante todos os espanhois que se tinha enganado.

O chefe do governo espanhol, que começou o discurso na Câmara Baixa, lembrando as duas vítimas mortais desse seu erro – no atentado do dia 30 no aeroporto em Barajas, pediu unidade e jurou firmeza. A vontade de vencer é maior e a unidade de todos os partidos políticos nesta tarefa, também deve ser clara, acrescentou. Também disse que nunca houve diálogo com a violência, nem tentativas de perpetuar a violência. Zapatero prometeu que o seu governo fez, faz e continuará a fazer tudo por uma paz definitiva, com o respeito pelas normas de direito, com fidelidade à constituição e à lei.