Última hora

Última hora

Prisão preventiva para suspeito de morte de vice-governador do banco central russo

Em leitura:

Prisão preventiva para suspeito de morte de vice-governador do banco central russo

Tamanho do texto Aa Aa

Detido na quinta-feira, um tribunal de Moscovo confirmou hoje a prisão preventiva de Alexei Frenkel. Depois de amanhã o antigo banqueiro será oficialmente acusado de ter assassinado o vice-governador do banco central russo, Andrei Kozlov, no ano passado.

O advogado de Alexei Frenkel anunciou que vai recorrer da decisão do tribunal, de submeter o seu cliente à medida de coação máxima. “Pensamos que a decisão do tribunal não tem fundamento e nós vamos recorrer nos próximos três dias. Não existe matéria para o caso, pois não foi apresentada qualquer prova”, afirmou.

Andrei Kozlov foi abatido a tiro em Setembro, num parque de estacionamento, três meses depois de ter ordenado o encerramento de um banco que o suspeito dirigia, por ter violado o regulamento antibranqueamento de capitais. O vice-governador do Banco Central russo era conhecido pela sua determinação no combate aos crimes financeiros no sistema bancário.