Última hora

Última hora

UE e Itália condenam execução de colaboradores de Saddam

Em leitura:

UE e Itália condenam execução de colaboradores de Saddam

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e o primeiro-ministro italiano, Romano Prodi, reprovaram a execução dos colaboradores de Saddam Hussein. “Consideramos que um homem não tem o direito de tirar a vida a outro homem. É uma questão fundamental e um dos princípios básicos da União Europeia. Aproveito esta ocasião para congratular a Itália pelas suas iniciativas no quadro das Nações Unidas, para que possamos trabalhar em conjunto para acabar com a pena de morte.

A Itália, membro não permanente do conselho de segurança da ONU, desde o início do ano, anunciou a intenção de fazer campanha nas Nações Unidas para a abolição da pena de morte.