Última hora

Em leitura:

Europa contra os jogos de vídeo violentos


A redação de Bruxelas

Europa contra os jogos de vídeo violentos

A União Europeia vai declarar guerra aos jogos de vídeo violentos. Conscientes de que será difícil implementar uma regulamentação comunitária que proíba estes jogos, os ministros da Justiça dos Vinte e Sete querem, para já, comparar a legislação existente em cada país, como explica a ministra alemã, Brigitte Zypries: “Vamos pedir aos Estados membros que nos indiquem os jogos de vídeo que são proibidos. E a lista de nomes será publicada num ‘site’ da Comissão Europeia chamado ‘Insafe’.”

Um grupo de trabalho vai tentar analisar de que forma se pode avançar para uma repressão penal dos jogos de vídeo que incitem à violência. Um tema quente, na Alemanha – país que assume a presidência rotativa da União. Os alemães não esquecem o assalto, de Novembro último, a uma escola da Renânia, perpetrado por um ex-aluno fanático deste tipo de jogos.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

Hans-Gert Poettering é o novo presidente do Parlamento Europeu