Última hora

Em leitura:

Estudantes austríacos voltam a protestar


mundo

Estudantes austríacos voltam a protestar

Novo dia de manifestações estudantis contra o recém-empossado governo austríaco. O principal alvo dos protestos é o novo chanceler, o social-democrata, Alfred Gusenbauer, acusado de recuar nas promessas eleitorais, nomeadamente a de suprimir 363 euros de propinas por semestre.

Alguns estudantes propuseram mesmo vender os rins, uma forma de ironizar o projecto do novo governo que prevê a isenção do pagamento de propinas em troca de 60 horas de trabalho social. Os protestos tiveram lugar em Viena e em Graz, as duas principais cidades universitárias mas a adesão terá ficado aquém das expectativas. Este é o segunda dia de manifestações de estudantes após a tomada de posse do novo governo, no entanto os protestos começaram logo que foi anunciada a coligação governamental.

O novo chefe de governo terá sido obrigado a recuar nalgumas promessas para levar adiante a grande coligação entre sociais-democratas e os conservadores. Entre elas, além do fim do pagamento de propinas, estava a de anular a compra de 18 aviões de caça Eurofighter.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Angela Merkel faz discurso em prol da tolerância e da Constituição Europeia