Última hora

Última hora

Nova vaga de atentados mata 15 pessoas em Bagdade

Em leitura:

Nova vaga de atentados mata 15 pessoas em Bagdade

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 15 mortos e várias dezenas de feridos é o resultado das explosões de quatro carros armadilhados em Bagdade, esta manhã. Dos quatros atentados, o mais grave aconteceu no bairro de Al Dura, no sul da capital iraquiana, quando três viaturas explodiram quase em simultâneo num mercado matando pelo menos 10 pessoas e ferindo perto de 30.

Este é o terceiro dia de violência incessante na capital. Na terça-feira, o Iraque viveu o dia mais mortífero desde o início do ano, com mais de 100 mortos em ataques só em Bagdade. Na tarde de ontem 15 pessoas morreram e 33 ficaram feridas na sequência da explosão de uma viatura armadilhada no bairro popular xiita de Sadr City.

As declarações do primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, em entrevistas concedidas a dois jornais europeus, são também motivo de destaque esta quinta-feira. O chefe do executivo de Bagdade afirmou ao diário britânico Times que se os Estados Unidos derem mais armas às forças iraquianas, Washington poderá reduzir “consideravelmente” as tropas no terreno.

Ao Corriere Della Sera, Maliki respondeu aos ataques de Condoleezza Rice e afirmou que nunca sentiu George W. Bush tão fragilizado. Declarações divulgadas no dia em que o Senado vota três
resoluções contra o plano do presidente norte-americano.