Última hora

Última hora

Chávez é estrela em reunião do Mercosul

Em leitura:

Chávez é estrela em reunião do Mercosul

Tamanho do texto Aa Aa

O luxuoso hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, foi palco da reunião dos chefes de Estado do mais importante clube económico da América do Sul – o Mercosul. Os presidentes de quase todo o continente responderam à chamada, na maioria como observadores, isto porque, na realidade, os países membros sejam apenas cinco: Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela, que se tornou, no ano passado, membro de pleno direito.

Depois de anunciar planos para reforçar os poderes e nacionalizar as principais empresas do país, ao assumir um novo mandato, o venezuelano Hugo Chávez roubou as atenções.

Com os jornalistas, preferiu falar sobre os projectos para o bloco: “Viemos aqui, em primeiro lugar, para fazer propostas. Para continuar as discussões e para aprovar acordos, programas e projectos que vão fortalecer a integração da América do Sul. Estamos aqui também para contribuir para algo que consideramos estritamente necessário: a reforma do Mercosul”.

Chávez apresentou aqui o projecto de construção de um oleoduto capaz de transportar petróleo venezuelano através do Brasil, para todo o continente sul-americano.

A cimeira, em que Lula da Silva foi anfitrião, serviu também para discutir a entrada da Bolívia, que deve tornar-se no próximo país membro.