Última hora

Última hora

Madrid insiste em condições ao negócio E.ON/Endesa

Em leitura:

Madrid insiste em condições ao negócio E.ON/Endesa

Tamanho do texto Aa Aa

Madrid insiste no braço-de-ferro com a Comissão Europeia. Um porta-voz do Ministério da Indústria disse que as condições impostas ao grupo alemão E.ON para poder comprar a energética Endesa são legais e, por isso, não as vai retirar. O porta-voz disse que não há qualquer conflito entre este conjunto de imposições e as regras europeias da concorrência. Deste pacote fazem parte condições como a de manter a marca Endesa durante cinco anos ou ultilizar carvão produzido em Espanha.

Bruxelas não pensa da mesma forma: “Se as medidas não forem retiradas, temos a opção de abrir um procedimento contra o governo espanhol, por desrespeito à decisão tomada em Setembro”, explica Jonathan Todd, porta-voz da Comissão Europeia.

Depois de um primeiro conjunto de medidas, retirado devido às pressões da Comissão Europeia, Madrid contra-atacou com novas propostas. O governo espanhol defende uma outra OPA sobre a Endesa, lançada pelo grupo Gás Natural, que pode no entanto deixar caír a oferta, por não conseguir competir com os alemães.