Última hora

Última hora

Europeístas sérvios iniciam consultas para formar governo de coligação

Em leitura:

Europeístas sérvios iniciam consultas para formar governo de coligação

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente sérvio Boris Tadic, iniciou hoje as consultas para a formação de um governo de coligação. Uma tarefa dificultada pelas divisões que separam as três formações reformistas agora maioritárias no parlamento. O partido de Tadic, o Partido Democrático Sérvio, foi um dos mais votados do bloco europeísta e reclama já o posto de primeiro-ministro.

O chefe de Estado sublinhou ontem que, “o controlo de dois terços do Parlamento pelas forças reformistas constitui uma mensagem forte para Bruxelas e que reforça a credibilidade do país na aproximação aos 27”.

Falta agora saber se Tadic poderá reconciliar-se com Vojislav Kostunica, o ex-primeiro-ministro e líder do Partido Democrata da Sérvia, o segundo partido europeísta mais votado. Kostunica afirmou ontem, “estar aberto a propostas de coligação”.

Mas, e se o poder está do lado dos democratas, a vitória eleitoral de ontem foi obtida pelos nacionalistas do Partido Radical Sérvio de Tomislav Nikolic.

Uma prova do apoio de um sector da população às propostas da formação cujo líder se encontra detido no Tribunal Penal Internacional de Haia, e que se opõe a qualquer negociação para atribuír uma maior autonomia à província do Kosovo.

Com as negociações de adesão da Sérvia à União suspensas, a questão do Kosovo é fulcral para a retoma das conversações.

O administrador da ONU do Kosovo deverá divulgar nas próximas semanas se o futuro estatuto da região passa pela independência ou por uma autonomia reforçada.