Última hora

Última hora

Forças somalis e Etíopes carregam em manifestantes no dia da rendição do líder dos islamitas

Em leitura:

Forças somalis e Etíopes carregam em manifestantes no dia da rendição do líder dos islamitas

Tamanho do texto Aa Aa

A violência na Somália continua sem dar sinais de abrandar. Uma manifestação contra a presença das tropas etíopes no território resultou em confrontos. Três pessoas morreram, pelo menos cinco ficaram feridas. Os participantes, que apoiavam os Tribunais Islâmicos, cantaram slogans anti-Etiópia, queimaram pneus que serviam de barricada, atiraram pedras contra automóveis em circulação.

As forças de segurança somalis e etíopes carregaram nos manifestantes. Os confrontos registaram-se mais ou menos na mesmo local onde no sábado outros tumultos tiraram a vida a mais quatro pessoas e feriram outras tantas. A União Africana aprovou o envio de oito mil soldados para o território. Mas alguns diplomatas temem já um vazio temporário, caso as tropas etíopes partam antes que cheguem as forças da paz. Entretanto,o líder dos islamitas somalis, o Sheik Sharif Ahmed, rendeu-se às autoridades quenianas, na fronteira com a Somália.