Última hora

Última hora

Números da Philips surpreendem analistas

Em leitura:

Números da Philips surpreendem analistas

Tamanho do texto Aa Aa

A Philips teve lucros recorde, no ano passado. O grupo holandês de electrónica lucrou 5,4 mil milhões de euros, no total do exercício, o que significa um ganho de 87% em relação a 2005 – um número bastante acima das previsões da maioria dos analistas.

No terceiro trimestre do ano, a Philips lucrou 680 milhões, graças a receitas extraordinárias, que compensaram uma descida nas vendas. O presidente do grupo, Gerard Kleisterlee, divulgou estes números ao mesmo tempo que anunciou também um aumento do dividendo a pagar aos accionistas.

Mais de metade da facturação da Philips é feita no sector da electrónica de consumo. Os equipamentos médicos representam 27%, enquanto a iluminação conta para uma fatia de 18%. O total do volume de negócios de 2006 ficou ligeiramente abaixo dos 30 mil milhões de euros.

A venda da filial para o fabrico de semi-condutores contribuiu para o aumento dos lucros, mas também para a descida no volume de vendas. No que toca à electrónica de consumo, o grupo está agora mais focado no fabrico de televisores de ecrã plano, um segmento com margens de lucro muito altas, por isso desistiu de vários outros produtos. Para 2007, a Philips apresentou previsões optimistas.