Última hora

Última hora

Bruxelas quer Europa não fumadora

Em leitura:

Bruxelas quer Europa não fumadora

Tamanho do texto Aa Aa

Proibição total de fumar em todos os sítios públicos de toda a União Europeia. Este é o desejo do comissário para a Saúde. Markus Kiprianou não vai, no entanto, propor uma directiva europeia nesse sentido mas, na próxima semana, tenciona pressionar os Estados membros para que proíbam, a nível nacional, o fumo nos sítios públicos.

Seiscentas e 50 mil pessoas morrem, anualmente, na União Europeia, vítimas do tabagismo.

Bruxelas quer que todos os Estados membros sigam o exemplo da Irlanda que, em 2004, se tornou no primeiro país do mundo a proibir totalmente o fumo em bares, restaurantes e locais de trabalho. Entretanto, Itália, Malta, Suécia, Bélgica e Lituânia já avançaram no mesmo sentido. A Grã-Bretanha, a Finlândia e a França preparam-se para seguir o também exemplo.

Na próxima terça-feira, os ministros da Saúde dos Vinte e Sete vão analisar os aspectos positivos e negativos das legislações em vigor nos vários Estados membros. O comissário vai convidar os governos, as ONG, os consumidores e as próprias tabaqueiras a avançarem com propostas para reduzir o tabagismo. Bruxelas quer apresentar as suas recomendações no início do próximo ano.