Última hora

Última hora

Davos assistiu a debate sobre a paz no Médio Oriente

Em leitura:

Davos assistiu a debate sobre a paz no Médio Oriente

Tamanho do texto Aa Aa

É tempo de devolver a paz à Terra Santa. Esta foi a a mensagem deixada em Davos, na Suíça, durante o Forum Económico Mundial, por alguns dos principais interlocutores da crise israelo-palestiniana. O debate desta quinta-feira juntou o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, a ministra israelita dos Negócios Estrangeiros, Tzipi Livni e o vice-primeiro-ministro israelita e prémio Nobel da Paz, Shimon Peres.

“É tempo de unir esforços pela paz e de iniciar imediatamente negociações sérias”, declarou Mahmud Abbas. O presidente da ANP valorizou as condições “favoráveis ao processo político que deverá culminar na criação de um Estado Palestiniano independente, delimitado pelas fronteiras de 1967, vivendo em paz e segurança com os vizinhos, sobretudo com Israel, bem como a procura de uma solução justa para o problema dos refugiados”.

Por seu turno, Livni acentuou a possibilidade real de coexistência dos dois Estados, embora ressalvasse que a questão das fronteiras é precisamente uma das que tem de ser negociada. Para a chefe da diplomacia hebraica esta necessidade explica-se pelo facto de em 1967 não existir um Estado palestiniano nem uma ligação entre a Faixa de Gaza e a Cisjordânia. Trata-se de criar algo novo e que por isso tem de ser discutido.