Última hora

Última hora

Blair reage com prudência a decisão do Sinn Féin

Em leitura:

Blair reage com prudência a decisão do Sinn Féin

Tamanho do texto Aa Aa

Um dia depois do anúncio do reconhecimento da polícia norte-irlandesa pelo Sinn Féin, o primeiro-ministro britânico reagiu de forma prudente, mas ressalvou o progresso que constitui a decisão dos republicanos.

“Vamos esperar para ver como evolui a situação, porque para se realizarem eleições é preciso saber quais as probabilidades de ter um conjunto de instituições de pé e em funcionamento. Penso que isso está mais perto de acontecer em resultado das decisões tomadas pelo Sinn Féin. Agora, aquilo que temos de ver é se, de um lado, há um compromisso para a partilha de poder e se, do outro, há um verdadeiro compromisso prático de apoio à polícia.”

O líder unionista Ian Paisley considerou a decisão do Sinn Féin um passo em frente no processo de paz na Irlanda do Norte, mas que ocorre de forma tardia.

Está agora levantado o principal obstáculo à partilha de poder entre a maioria protestante e a minoria católica.
Algo que ocorre dentro dos prazos previstos no acordo de Saint Andrews, que previa a realização de eleições no território a sete de Março, de forma a restaurar as instituições norte-irlandesas, paralisadas desde 2002.