Última hora

Última hora

Marcha contra o aborto junta nove mil pessoas em Lisboa

Em leitura:

Marcha contra o aborto junta nove mil pessoas em Lisboa

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas manifestaram-se este domingo em Lisboa contra a legalização do aborto em Portugal. A marcha intitulada “Caminhada pela vida” iniciou-se às 14h00 em frente à maternidade Alfredo da Costa e terminou duas horas e meia depois na Alameda da Cidade Universitária.

Os manifestantes, que a polícia estimou em cerca de nove mil, apelaram ao “não” no referendo de 11 de Fevereiro. Participaram na marcha organizações estrangeiras, muitas crianças e jovens, movimentos cívicos ligados à Igreja, Organizações de defesa dos Idosos e das crianças e grupos de escuteiros de todo o país.

Actualmente as sondagens dão a vitória ao “sim “ mas tem vindo a aumentar o número de pessoas que afirma não ir votar. Preocupado com a abstenção, o primeiro-ministro e secretário-geral do PS, José Sócrates, apelou aos portugueses a votarem “sim” no referendo, durante uma sessão de campanha em Vila Flor.

“Voto sim por estas razões: porque quero combater o aborto clandestino, porque com a actual lei isso nao se pode fazer, porque não quero uma lei que tenha a prisão como solução, porque a prisão não resolve nada, só agrava o problema”, disse José Sócrates.

Portugal tem uma das leis mais restritivas da Europa em matéria de interrupção voluntária da gravidez. No primeiro referendo sobre esta matéria realizado em 1998 o “não” ganhou mas o escrutínio não foi vinculativo porque só votaram 31,9% dos eleitores.