Última hora

Última hora

Milhares protestam contra aumento da idade da reforma

Em leitura:

Milhares protestam contra aumento da idade da reforma

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de trabalhadores, afectos ao sindicato metalúrgico IG Metall, protestaram esta terça-feira em diversas cidades da Alemanha contra o projecto do governo de aumentar a idade da reforma para os sessenta e sete anos.

O projecto do governo Merkel baseia-se em conclusões de um estudo encomendado pelo chanceler Schroeder, que o anterior executivo preferiu não aplicar, apesar da situação de ruptura à vista devido à fraca taxa de renovação geracional alemã.

De acordo com o projecto, a idade da reforma, actualmente nos 65 anos, vai aumentar um mês por ano a partir de 2012.
O objectivo é chegar ao limiar de 67 anos em 2029. Entretanto, o governo defende também que quem tiver 45 anos de descontos poderá reformar-se aos 65 anos.
À semelhança de diversos outros países europeus, quem deixar de trabalhar antes dessa idade verá reduzida a pensão.