Última hora

Última hora

Orhan Pamuk ameaçado pelos islamistas

Em leitura:

Orhan Pamuk ameaçado pelos islamistas

Tamanho do texto Aa Aa

Ameaçado de morte por um turco, o Prémio Nobel da Literatura, Orhan Pamuk, cancelou hoje uma viagem à Alemanha.
A segurança do escritor está em causa desde que se pronunciou na imprensa suiça a favor do reconhecimento do genocídio arménio por Ancara, palavras que lhe trouxeram graves problemas com as autoridades judiciais turcas.
Na altura em que foi detido, um dos três suspeitos pelo assassinato, a 24 de Janeiro, do jornalista amerno-turco Hrant Dink choveram ameaças contra Pamuk.

A 12 de Outubro último o romancista recebeu o prémio Nobel da Literatura 2006 no seguimento do qual concedeu a entrevista onde, segundo as autoridades de Ancara, insultou a identidade turca ao evocar o massascre de um milhão de arménios pelos turcos durante a primeira guerra mundial. O tribunal acabou por anular o processo mas de acordo com as leis do país qualquer jornalista ou escritor arrisca prisão por este tipo de comentário.