Última hora

Última hora

Muçulmanos querem ver provas

Em leitura:

Muçulmanos querem ver provas

Tamanho do texto Aa Aa

A operação anti-terrorista em Birmingham deixa desconfiada a comunidade muçulmana. A polícia britânica deteve nove indivíduos de ascendência paquistanesa na quarta-feira. De acordo com as autoridades os suspeitos pretendiam efectuar um rapto ao estilo da al-Qaida no Iraque, com transmissão na internet de súplicas do refém e, por fim, a sua decapitação. Contudo a polícia tarda em apresentar provas.

“Todas as operações da polícia se baseiam em alegados projectos por isso, enquanto eu não vir provas não vou acreditar nisto. Creio que toda a comunidade pensa o mesmo…” afirma um residente muçulmano da segunda maior cidade do país. A polícia não confirmou as notícias avançadas pelos media britânicos de que a suposta vítima seria um soldado britânico de origem muçulmana regressado do Iraque. Desde os atentados do 11 de Setembro nos Estados Unidos foram detidas na Grã-Bretanha 1047 pessoas por suspeita de envolvimento em actos terroristas mas apenas 158 foram condenadas.