Última hora

Última hora

Fatah ataca reduto do Hamas

Em leitura:

Fatah ataca reduto do Hamas

Tamanho do texto Aa Aa

Os estrondos que ecoaram durante a noite em Gaza confirmaram que o cessar-fogo estabelecido há três dias não passou das intenções. A Fatah recorreu a armamento pesado no ataque à Universidade Islâmica de Gaza, considerada um reduto do Hamas.

De acordo com um responsável da segurança no território, afecto à Fatah, 7 iranianos foram detidos e um outro cometeu suicídio nas instalações universitárias, uma informação que ainda não foi confirmada.

A acção dos homens leais ao presidente Mahmoud Abbas, que conta com o apoio dos Estados Unidos, do Egipto e da Jordânia, foi uma retaliação à emboscada realizada pelo Hamas a uma coluna de viaturas, escoltada pela guarda presidencial.

Elementos das brigadas al-Qassam, braço armado do movimento islâmico, garantem ter interceptado material militar, sem no entanto especificarem. A Fatah declarou tratar-se apenas de tendas e medicamentos e acusou o Hamas de romper o cessar-fogo. Durante a emboscada, pelo menos 6 pessoas morreram – três homens leais a Mahmoud Abbas, um militante do Hamas e dois civis.

O cessar-fogo tinha sido assinado há três dias depois de uma onda de violência entre Hamas e Fatah que vitimou 33 palestinianos.

É neste contexto que o Quarteto para a paz no Médio Oriente, constituído pela Rússia, pelos Estados Unidos, pela União Europeia e pela ONU, reúne-se esta sexta-feira para tentar relançar o plano de paz para o conflito israelo-palestiniano.