Última hora

Última hora

Gripe das aves: 160 mil perus abatidos

Em leitura:

Gripe das aves: 160 mil perus abatidos

Tamanho do texto Aa Aa

Abate massivo de perus na exploração de Holten, no leste de Inglaterra, onde foi detectado um caso de gripe da aves. Quase 160 mil animais foram abatidos na criação pertencente ao maior produtor europeu de perus, Bernard Mattews. Mais de 900 portugueses trabalham neste complexo aviário. O representante sindical dos trabalhadores lusos já criticou a falta de informação fornecida aos operários.

Críticas existem também já da parte do responsável da comissão de agricultura do Parlamento Europeu. Neil Parish acusa as autoridades de lentidão na resposta ao problema. As aves começaram a morrer na terça-feira passada e só na quinta é que os responsáveis veterinários começaram a agir.

Uma lentidão que pode ter permitido ao H5N1 alastrar para explorações vizinhas. Um criador que tem uma pequena exploração a menos de 1 km de onde foi detectado o caso, disse que soube da notícia pela rádio e, sem mais informação, limitou-se a isolar as aves num espaço fechado, não sabendo que mais poderia fazer.

As autoridades instalaram um perímetro de protecção, num raio de 3 km em torno da exploração de Holten e uma zona de vigilância num raio de 10 km. As restrições à circulação foram entretanto alargadas para uma área que é agora superior a 2 mil quilómetros quadrados e onde as aves de criação têm de ser isoladas das selvagens.

Desde 2003 o vírus H5N1 matou pelo menos 165 pessoas, a maioria na Ásia. Nenhum caso humano foi ainda registado na Europa.